domingo, 3 de julho de 2016

Medalha Comemorativa: Feridos em Campanha

MEDALHA DOS FERIDOS EM CAMPANHA
Criada a 28/5/1946
a partir de insígnia simples criada a 5/10/1918

A MEDALHA DOS FERIDOS EM CAMPANHA é atribuída aos militares que, em campanha ou em circunstâncias com ela directamente relacionadas, tenham sofrido uma diminuição permanente, caracterizada pelo prejuízo ou perda anatómica de qualquer órgão ou função.
Originalmente, a 5/10/1918, pelo decreto n.º 4886, foi criada como um insígnia, consistindo de fita simples, com a designação de INSÍGNIA DE MUTILADOS E ESTROPIADOS DE GUERRA .

DESENHO
ANVERSO
Estrela de cinco pontas, cinzeladas, cada uma terminada por uma esfera armilar pequena; ao centro, um disco carregado de um Emblema Nacional rodeado de um listel circular com a legenda «FERIDOS EM CAMPANHA», em letras de tipo elzevir, maiúsculas;

REVERSO
Idêntico ao anverso, mas tendo ao centro um disco com a legenda «MORRER MAS DEVAGAR», em letras de tipo elzevir, maiúsculas, dispostas em três linhas; cercando a legenda, duas vergônteas de louro, frutadas e cruzadas nos topos proximais.

FONTES
- Decreto-Lei n.º 316/2002 de 27 de Dezembro - Regulamento da Medalha Militar e das Medalhas Comemorativas das Forças Armadas;
- MELO, Olímpio de (1923), Ordens Militares Portuguesas e Outras Condecorações, Lisboa: Imprensa Nacional de Lisboa.

Sem comentários:

Enviar um comentário